Recoleta do exame toxicológico: porque ter que refazer o exame?

Tempo de leitura: 5 minutos

Quando é preciso realizar o exame toxicológico, muitas pessoas ainda ficam na dúvida:o que é e porque é necessário? De modo geral, o exame é obrigatório a todos que estão renovando ou emitindo a CNH para as categorias C, D, e E

Outro motivo pelo qual é necessário é no momento de admissão ou demissão de um funcionário pelo regime CLT.

A lei que obriga a realização desse teste é a lei 13103, efetivada em 2015. A lei também atesta que é direito do motorista de caminhão ter acesso à programas de formação e aperfeiçoamento profissional relacionado à direção em estradas. 

Antes de saber os motivos que podem levar o doador a fazer a recoleta do exame toxicológico, que tal entender mais sobre o que é o exame toxicológico. E mais: como é realizado e qual a preparação prévia necessária? 

O que é o exame toxicológico de larga janela de detecção?

O exame toxicológico é um teste que identifica o uso de substâncias psicoativas na queratina presente no cabelo. É chamado de larga janela de detecção porque o teste detecta as drogas presentes no sistema do indivíduo de 90 a 180 dias.

Outro fato pouco conhecido sobre o exame é que deve ser realizado a cada dois anos e seis meses, instituído pelo empregador, de acordo com o programa de controle do uso de droga e bebida alcoólica. 

Caso o motorista se recuse a fazer o exame toxicológico, será considerada uma infração disciplinar, com penalização de acordo com a lei. 

Vale lembrar que a obrigatoriedade do exame segue todos os parâmetros da jornada de trabalho do caminhoneiro, tais como as horas trabalhadas e horas de descanso. 

Como o exame é realizado? 

Simples e indolor, o exame é feito a partir de amostras de cabelo do doador, que deve ter um comprimento mínimo de quatro centímetros. Caso não haja a possibilidade de obter amostras a partir do cabelo, os pelos do corpo podem ser utilizados na análise. 

O exemplar é limpo para que não haja nenhum fator que possa causar um resultado falso. Nesse contexto, é possível detectar o uso de drogas seis dias após a ingestão, portanto, se você usou alguma substância ilícita detectável, tenha certeza que o teste captará, apesar de cada organismo ter um tempo diferente de absorção.

Antes disso, o motorista precisa comprar o exame online ou em postos de coleta. De qualquer forma, saiba que o exame só terá validade se for feito em algum laboratório credenciado pelo Denatran (Departamento Nacional de Trânsito). 

Esse é o caso do DD Toxicológico, um dos laboratórios credenciados, referência no ramo laboratorial, extremamente seguro, sigiloso e confiável. Dessa forma, o exame pode ser comprado por meio do nosso site

Quais drogas são detectadas?

Muitas substâncias ilícitas são captadas pelo teste. Porém, as drogas a serem analisadas são o rebite, as anfetaminas, as metanfetaminas, a cocaína e derivados, a maconha e derivados, e os opiáceos.

Powered by Rock Convert

É bom frisar: caso o motorista faça o uso de alguma substância detectável e prescrita por seu médico, ele deve apresentar a receita ao profissional que irá coletar a amostra antes da realização do exame. 

Por que preciso realizar a recoleta do exame toxicológico?

Apesar de não existir a necessidade de preparação prévia ao exame, todo cuidado é importante. Em algumas situações, erros podem ser cometidos e será preciso doar uma amostra adicional de cabelo para refazer o teste.

Há vários motivos para uma eventual recoleta, são eles:

  • Quantidade insuficiente

Não será possível ter um resultado verdadeiro e seguro com uma quantidade mínima de cabelo ou pelo. 

  • Amostra violada

Em alguns casos a amostra pode não estar dentro dos padrões quando chega ao laboratório para a análise. A amostra deve estar armazenada em um envelope adequado e devidamente lacrado. 

Quando isso não acontece e a amostra é violada, molhada ou rasurada, uma recoleta será necessária. 

  • As amostras se misturaram 

Frisando: só é possível colher um tipo de material para ser analisado. Portanto, caso o doador não tenha cabelos compridos o suficiente, os pelos do corpo podem ser doados.

Contudo, cabelos e pelos do corpo não podem ser misturados, pois possuem janela de detecção diferente. Se as amostras se misturarem, o exame deverá ser refeito. 

  • Envelopes sem identificação 

Os dados do profissional de transporte deverá estar presente no envelope em que a amostra estará armazenada. Dados como o nome, o CPF, a data, a impressão digital, e a assinatura do doador. Documentos adicionais necessários são o nome, a assinatura e o CPF da testemunha devem estar no envelope a todo momento. 

É estritamente errado realizar o exame sem essas informações anexadas às amostras. Portanto, fique atento à isso quando estiver fornecendo amostras para o exame. 

Considerações finais 

A fim de evitar transtornos e recoletas de material, escolha bem o laboratório em que o exame será realizado. Deve ser um local confiável e credenciado para realizar o teste.

Lembre-se: o exame de larga janela de detecção é essencial para garantir a segurança nas estradas. Além disso, garante entrega da carga com segurança.

Agora você já sabe em quais situações a recoleta do exame toxicológico é necessária. Que tal descobrir o que fazer caso o resultado do teste venha positivo? Acesse o nosso conteúdo e descubra. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *