13 Razões Para Evitar o Estresse Sempre Que Puder

Tempo de leitura: 3 minutos

A empresa atrasou o pagamento do frete, aconteceu um erro no Vale-Pedágio, o prazo da entrega é curto e o preço do diesel subiu. Esses são apenas alguns dos motivos que podem gerar estresse no trabalho do caminhoneiro.

Provavelmente esses “probleminhas” fazem parte da sua rotina, não é mesmo?

É normal ficar nervoso com essas situações, xingar mentalmente e até mesmo reclamar com os colegas. Entretanto, o estresse recorrente pode se tornar uma doença crônica capaz de causar danos para a sua saúde e trabalho.

Para provar isso, separamos treze razões para você evitar o estresse sempre que puder. Confira!

1. Excesso de agressividade

Quanto mais estressado você fica, mais raiva sente. Em algum momento isso “explodirá” e poderá atingir pessoas que não têm nada a ver com a história. Sabemos que não é isso que você quer, não é mesmo?

2. Aumento no risco de acidentes

Ao trabalhar estressado você pode dirigir de forma mais insegura ou imprudente. Em um momento de raiva, nosso cérebro não costuma tomar decisões racionais. Logo, a chance de causar ou sofrer um acidente pode aumentar bastante.

3. Perda de cabelo

Durante os períodos de estresse geramos muita testosterona em nosso corpo e isso impede o crescimento das células que cuidam do desenvolvimento do cabelo.

4. Ganho de peso

Estresse e ansiedade estão intimamente associados. Isso significa que nos períodos de exaltação podemos ter comportamentos compulsivos, como o de comer em excesso.

5. Problemas de memória

Em períodos de alteração emocional intensa o nosso corpo sofre com mudanças neuroquímicas. Elas podem afetar funções importantes como, por exemplo, a memória.

6. Doenças de pele

Lidar com o estresse por longos períodos deixa o sistema imunológico fragilizado e favorece o aparecimento de doenças. Na pele, as mais comuns são a acne, o ressecamento, as rugas e aspecto cansado.

7. Depressão

O desgaste físico e psicológico prolongado causa sérios prejuízos ao nosso cérebro e à nossa qualidade de vida. Em alguns casos, isso pode aumentar o risco de aparecimento de doenças graves como a depressão.

8. Aumento da pressão arterial

Em situações de estresse o nosso corpo entra no modo “lutar ou fugir”. Nesse estado temos o aumento de adrenalina e cortisol, que são hormônios que elevam a pressão arterial.

9. Perda de concentração

Outro impacto negativo das alterações neuroquímicas geradas pela exposição prolongada ao desgaste é a perda de concentração. Os neurotransmissores responsáveis pela concentração são inibidos pelos hormônios do estresse.

10. Dificuldade de tomar decisões

Com perda de memória e dificuldade de concentração, a sua capacidade de analisar cenários tomar decisões é prejudicada.

11. Perda de perspectiva

O estresse leva o ser humano a focar em apenas uma coisa — na raiva que sente do governo pelo preço do diesel, por exemplo — e isso o faz dar menos importância a várias outras coisas que fazem parte da sua vida.

12. Queda na produtividade

Em momentos de estresse, é muito comum que você fique remoendo situações desgastantes e foque muito em algo que aconteceu no passado. Ao fazer isso, você perde o foco, fica insatisfeito na rotina e isso pode atrapalhar o ritmo das suas entregas.

13. Aumento no gasto de dinheiro

Como o estresse dificulta a tomada de decisão e favorece o aparecimento de comportamentos compulsórios, ele pode levar você a gastar mais dinheiro do que poderia.

Como podemos ver ao longo deste texto, reduzir o estresse é necessário. Ele gera muitos prejuízos para nossa vida e atrapalha nosso dia a dia. Por isso, é importante adotar comportamentos que vão ajudar a reduzi-lo. Concorda, parceiro de estrada?

Quer receber dicas úteis sobre saúde, bem estar e dia a dia do caminhoneiro em seu e-mail? Assine nossa newsletter!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *