Cocaína no exame toxicológico: a substancia é detectada?

Tempo de leitura: 3 minutos

Mesmo sendo uma das drogas mais perigosas do mundo, a cocaína no exame toxicológico é identificável?

Além do vício, o seu uso da cocaína traz diversos riscos para a saúde de quem a consome e para os que o cercam.

Muitos caminhoneiros, por exemplo, utilizam a cocaína visando reduzir o tempo em um trajeto e outro. Uma vez que droga estimula o sistema nervoso central e diminui o sono.

Quer entender melhor o que é e quais são os efeitos da cocaína e descobrir se a substância é detectada no exame toxicológico? Leia este conteúdo até o final!

Compreenda o que é cocaína

A cocaína, que foi criada inicialmente como um analgésico, é uma droga extraída da folha de coca em um laboratório.

O que é obtido com a maceração das folhas é misturado com produtos químicos. Alguns exemplos são: ácido sulfúrico, querosene, gasolina ou até mesmo outras drogas.

O resultado é chamado de pasta base de cocaína. Dependendo da produção, pode ser transformada em crack ou em pó, que é a versão mais comum.

Geralmente, a droga é consumida por aspiração. Porém existem usuários que injetam a substância, procedimento que eleva ainda mais os riscos de overdose.

Powered by Rock Convert

Entenda os efeitos da cocaína

Os efeitos variam conforme a mistura que foi realizada durante o refinamento da droga. Muitas vezes, para aumentar o lucro, são inseridos materiais exóticos, como cimento, talco e pó de vidro — o que pode tornar a cocaína mais forte ou mais fraca.

De modo geral, em curto prazo, a cocaína provoca uma sensação de euforia, energia, redução do sono, excitação e falta de apetite.  

Quando tudo isso passa, o usuário fica extremamente deprimido, ansioso, cansado, com dores no corpo e busca por mais cocaína — geralmente, em uma quantidade maior. E, assim, inicia-se um ciclo vicioso.

Veja alguns dos riscos em consumir altas doses de cocaína:

  • convulsões;
  • perda de apetite sexual;
  • tontura e dor de cabeça;
  • necrose da mucosa nasal;
  • ataques cardíacos.

Saiba se a cocaína é detectada no exame toxicológico

O uso de cocaína torna qualquer pessoa despreparada para cumprir a sua função no trabalho. Não por acaso, em muitos momentos é preciso realizar um exame toxicológico no meio trabalhista, que detecta o consumo da sustância.

Motoristas de caminhão precisam realizar o teste para verificar se houve o consumo de cocaína e outras drogas em algumas situações. São elas:

  • quando vão ser admitidos;
  • demitidos;
  • necessitam renovar a habilitação nas categorias C, D e E.

A obrigatoriedade veio com a Lei Nº 13,103, também conhecida como Lei do Caminhoneiro.

O exame toxicológico feito por meio da coleta de fios de cabelos permite saber se a pessoa fez uso de substâncias como maconha e cocaína. O procedimento é indolor, rápido e seguro. Mesmo com o uso de xampus de limpeza profunda, por exemplo, não é possível burlar o resultado.


É fundamental realizar o exame toxicológico em um laboratório credenciado pelo DENATRAN, como o DB Toxicológico. Se você precisa adquirir um, entre em contato com o Diagnósticos do Brasil!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *