Carga pesada: veja quais são os tipos de caminhão

Tempo de leitura: 6 minutos

Você sabia que existe uma finalidade diferente para cada tipo de caminhão? Por exemplo, os caminhões de carga pesada são chamados de carreta. Entender os tipos e a capacidade de carga é essencial para obter o modelo que melhor se encaixa nas suas necessidades. 

Além disso, o caminhão correto para a carga que você transporta garante uma viagem dentro da lei e mais segura. 

Pense bem: o caminhão recomendado para uma carga de 2 toneladas não será o mesmo para uma carga de 10 toneladas. Contudo, algumas empresas e motoristas profissionais acreditam que mesmo um caminhão menor pode transportar cargas leves e pesadas. 

Além de saber a capacidade de carga de cada caminhão, é necessário ficar atento ao tipo de carroceria, pois assim você evita desperdícios de capacidade ou até mesmo sobrecarga do veículo. 

Como mencionado anteriormente, as carretas são transportadoras de carga pesada. Devido a isso, são veículos longos e possuem dois eixos ou mais, com a finalidade de suportar a carga. 

Adicionalmente os veículos tem a potência motriz, capaz de transmitir movimento, a roda de tração e o cavalo mecânico, mais conhecido como motor. A carga fica em uma compartimento ligado ao cavalo mecânico. 

Quer saber mais especificações dos diferentes caminhões, quanto a categoria, capacidade e indicação dos órgãos públicos? Prossiga com a leitura e confira! 

Principal meio de transporte para carga pesada

Hoje no Brasil a carreta é o principal meio de transporte usado para mover diversos tipos de cargas. A ferrovia já foi muito usada, mas com o aumento das malhas rodoviárias durante os anos, houve mais facilidade no transporte de cargas. 

Basta observar as estradas de todo o Brasil. O volume de carretas é muito grande, além disso, é possível perceber os diferentes tipos de veículos, em termos de altura e largura. 

O tipo de caminhão para certa carga deve seguir as recomendações do Contran (Conselho Nacional de Trânsito). Essas regras surgiram a partir da necessidade de organizar o trânsito, além de garantir a segurança, juntamente com a infraestrutura das rodovias. 

A preservação da infraestrutura das estradas também está relacionada ao tipo de caminhão. Isso porque os veículos que trafegam com cargas acima do peso autorizado, tendem a concentrar mais pressão sobre os pneus. Com isso o asfalto fica desgastado mais rápido. 

Além do asfalto, o veículo também fica desgastado com mais rapidez, ocasionando uma rotatividade mais alta na troca de pneus e outras manutenções de modo mais regular.  

Entenda os tipos de cargas para cada caminhão: 

Os veículos urbanos de carga, por exemplo, são os mais recomendados para o transporte de alimentos, recolhimento de lixo, entrega de gás e guincho.

Os diferentes tipos de caminhão para carga pesada 

O número de eixos é o que vai diferenciar as carretas. Atualmente, o Brasil conta com sete tipos. São eles: 

Cavalo mecânico

Essa carreta é conhecida como extra-pesado e possui um eixo simples, com duas rodas de tração. Geralmente, é usado com outros tipos de semi-reboque, dependendo da carga. 

Cavalo mecânico trucado 

O cavalo mecânico trucado tem dois eixos, diferente do cavalo mecânico mencionado anteriormente. Ele é utilizado para cargas mais pesadas, pois ficam melhor distribuídas pela carreta.

Carreta 2 eixos 

Esse tipo de caminhão tem características parecidas com o cavalo mecânico trucado. No entanto, o seu comprimento máximo é de 18,15 metros e suporta um peso bruto de até 33 toneladas. 

O nome originou da carroceria do veículo, pois apresenta dois eixos.

Carreta 3 eixos 

Apesar de usar no cavalo mecânico dois eixos e conter o mesmo comprimento, o seu semi-reboque é triplo. O uso dos três eixos se localiza onde a carga é levada e permite que sejam transportadas até 42 toneladas de peso bruto.

Carreta cavalo trucado 

Essa carreta suporta até 45 toneladas de peso bruto e é parecida com a de três eixos, tendo o mesmo comprimento.

Bitre

Pode ser que você tenha ouvido o outro nome popular desse tipo de caminhão, o treminhão. Ele segue o mesmo modelo do cavalo trucado, porém possui sete eixos na extensão. 

Além de suportar 57 toneladas de peso bruto, o veículo contém dois semi-reboques.

Rodotrem 

É considerado a maior carreta da categoria. Esse caminhão possui dois semi-reboques e suporta até 74 toneladas de peso bruto, devido aos nove eixos de sustentação presentes. 

Outras características das carretas 

As carretas com semi-reboque precisam de cavalo mecânico para sustentação. O reboque é uma característica independente e pode ser engatado com outros módulos do caminhão. 

Esses módulos podem ser fechados ou abertos. Os fechados são: 

  • baú, com abertura lateral e usado para alimentos e bebidas;
  • frigorífico, utilizado no transporte de carnes;
  • tanques, como combustíveis;
  • silo, feita para transportar grãos. 

Os módulos abertos são:

  • carroceria aberta; 
  • grade baixa, feita de madeira;
  • cegonheiros, para a carga de veículos; 
  • gaiola, para o transporte de botijão de gás; 
  • caçamba;
  • plataformas, para a carga de máquinas.

Vale lembrar que a capacidade de tração dos caminhões vai aumentar de acordo com os eixos acrescentados. 

Conclusões finais

É essencial entender e respeitar o limite de carga de cada caminhão. Isso porque a viagem seguirá tranquila e conforme a lei. Saiba que o tipo de carga pesada em um caminhão sem a capacidade para carregá-la pode causar acidentes, pondo em risco a vida do caminhoneiro e dos demais motoristas. 

Além disso, o custo aumentado das manutenções associado ao excesso de carga pode deixar de gerar renda, já que o veículo permanece parado por mais tempo.   

Vale lembrar que existem produtos transportados por carretas que são considerados indivisíveis, como é o caso de um barco. Essa carga necessita de ser transportado por um 

único veículo. Esse é o mesmo caso das máquinas, outros equipamentos industriais, turbinas de avião. 

O fato é que o país inteiro depende dos caminhões, e mesmo que sejam pesados e com muito volume nas rodovias, as carretas estão colaborando para a economia do país. Então, pense bem e aja de acordo com a legislação na hora de adquirir o seu caminhão. 

Agora que você já está por dentro do assunto, que tal conhecer o nosso instagram para receber ainda mais novidades? 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *